#poesia

em

Segure, não me deixe partir. Seus braços são o paraíso.
Poderia para sempre permanecer aqui, repousar, ficar em paz.
Em você encontro paz, algo que eu não conseguia sentir há muito tempo. 
A sua mão encosta na minha, há uma energia ali. Invisível aos olhos, mas tão bom para o coração. 
Talvez eu não consiga me expressar nas palavras, mas é dificil esconder o quanto gosto de você.
O coração acelera de um modo tão bom! Eu amo te ver, estar contigo. 
Eu poderia passar horas, quase que toda a eternidade descrevendo o quão bem me sinto ao seu lado.
Poderia fazer canções, poemas, versos, rimas. Mas seriam apenas palavras. Pequenas palavras, quase miúdas se comparadas ao que sinto aqui dentro do peito.
A conexão foi certeira, pela primeira vez me sinto inteira. 
Esse sentimento me apara, me acalma. Sinto com toda a alma. 
Nada de metades, dois inteiros. Um sentimento tão bom, que não tenho as palavras para descrever.
Neste momento, o que eu mais queria ter é palavras para tentar descrever o que sinto, mas não consigo. 
Apenas sorrio, de orelha a orelha. Transbordando alegria. É apenas isso que consigo fazer, sorrir. 
Talvez seja pouco, ou meio bobo, quem pode dizer? Sempre ouvi dizer que não há razão pelas coisas feitas pelo coração. Começo a acreditar em parte nisso. Certas coisas não podem ser descritas, devem ser apenas sentidas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s